Parece que ser um dos “parças” de Neymar tem lá suas vantagens, como por exemplo, receber mesada. Segundo um jornal espanhol Mundo Deportivo, os amigos do jogador recebem uma mesada de 11 mil euros por mês, aproximadamente R$ 50 mil.

Jota Amancio, Gil Cebola, Gui Pitta, Álvaro Costa, Gustavo Almeida e Cris Guedes fazem parte do grupo que presta serviços ao craque e recebe o generoso salário.

Jota Amancio

Considerado irmão de Neymar, é amigo do jogador desde a infância. Amancio chegou a jogar no Leganes, mas não seguiu carreira no futebol. Trabalha na consultoria de Neymar, a NRSports.

Foto: Reprodução | Instagram

Guilherme Pitta

A agenda social do atacante fica por conta de Guilherme Pitta. Além da experiência como sócio em uma casa de festas em Santos, o parça é companhia cativa do Ney nas baladas no Rio e mundo a fora.

Foto: Reprodução | Instagram

Gilmar Cebola Araújo

O fotógrafo oficial é Gilmar Cebola. Ele também ajuda Wagner Ribeiro, agente de Ney, em questões de marketing.

Foto: Reprodução | Instagram

Álvaro Costa

Álvaro é o guia internacional de Neymar. Filho de Pepe Costa, grande companheiro de Messi, viveu no Rio e é poliglota. Quando o jogador chegou no Barcelona, contratou o parça para ajudá-lo na adaptação à sua nova vida na Espanha.

Foto: Reprodução | Instagram

Gustavo Almeida

Gustavo trabalha como gerente na empresa da família de Neymar, a NRSports, que atende, entre outras personalidades, o artista Cristian Guedes, outro parça.

Foto: Reprodução | Instagram

Seja em Las Vegas, em Saint Tropez ou agora em Paris, os parças são a válvula de escape do jogador e vivem debaixo do mesmo teto, no caso, uma mansão na capital francesa.

“Ele vive em estado de pressão e nós somos uma fuga. Nós não falamos sobre futebol. Somos uma maneira de ele liberar o estresse de sua vida. Estamos juntos para conversar, viajar … ”, explica o grupo ao jornal espanhol.