Enquanto algumas pessoas são extremamente dedicadas às suas vidas de solteiro, outras insistem em dizer que todo mundo deveria embarcar em um relacionamento mais íntimo com alguém o mais cedo possível.

Viver a dois significa matar um leão por dia para que a saúde do relacionamento permaneça equilibrada. Dessa forma, elencamos 7 motivos por que os relacionamentos dão errado, para que você e seu parceiro ou parceira possam superá-los. Afinal, como disse o saudoso Cazuza “Viver a liberdade, amar de verdade, só se for a dois”.

1.  Deslealdade ou infidelidade: Na maioria das vezes, quando alguém se envolve em um caso extraconjugal e parte para a infidelidade, é por causa de algum problema relacionado à falta de lealdade que se agravou no relacionamento. É fácil para um homem ou uma mulher encontrar conforto nos braços de outra pessoa quando passa a não dar valor aos sentimentos do seu parceiro.

2. Desconfiança: Confiança é o fundamento de qualquer tipo de relacionamento saudável. Contudo é uma das coisas mais difíceis de conquistar e manter. Mas se você pretende investir em uma vida a dois, é uma habilidade que deve ser exercitada. 

 

3. Ciúmes: É legal perceber que o outro se importa com você e tudo mais. Mas é bom estar atento quando o zelo pelo seu amado ou amada se torna uma obsessão sobre se está sendo traído ou não. Se isso está acontecendo com vocês, pode revelar mais sobre a pessoa enciumada do que de quem é alvo das desconfianças.

4. Falta de comunicação: muitos casais têm dificuldade em manter a comunicação entre si livre de desentendimentos. Somos seres humanos e é comum que uma discordância ocorra de tempos e tempos. O  perigo reside quando a falta de comunicação leva os parceiros ao desprezo de um pelo outro, à uma tendência de transformar qualquer conversa em um lançamento de farpas e ofensas.

5. Falta de compatibilidade: existe um ditado que diz que os opostos se atraem. Pode até ser verdade em um primeiro momento, mas manter um relacionamento  baseada nessa ideia de oposição pode ser perigoso. Compatibilidade básica em certas coisas, como valores éticos e visões de mundo, é essencial para um relacionamento ser duradouro e confortável para ambas as partes.

6. Falta de química: isso geralmente ocorre quando se confunde sexo com amor. Então, quando o relacionamento dá a primeira baixa na atividade sexual, os parceiros descobrem que não há nada mais além do sexo.

7. Não respeitar o espaço do outro: você precisa manter um certo grau de liberdade e independência do seu parceiro ou parceira. É essencial que haja tempo para você curtir os seus próprios hobbies e atividades. Se os dois vivem juntos 24 horas por dia, 7 dias da semana, é provável que comecem a ter conflitos por modos diferentes de agir no dia a dia.

 

Você pode nos ajudar contribuindo com mais dicas! Compartilhe nosso conteúdo.