Até onde vai o amor pelos bichinhos de estimação? Há alguns meses, um cachorro desapareceu em um parque de Nova York (EUA) chamado Ellicott Creek Dog Park. Decidido a encontrá-lo, Don Chatten, 49 anos, levou seus dois cães de resgate até a área para investigar.

Ao chegarem lá, os animais começaram a agir de forma estranha, farejando o chão até chegarem na margem de um riacho congelado.

Da ponte em que estava, Don ouviu um fraco gemido. Ele desceu até o riacho e, cuidadosamente, caminhou por cima do gelo até encontrar um cachorro preso em um buraco e tremendo de frio.

Depois de quebrar o gelo, Don resgatou o cachorro e o envolveu em seus braços. O cãozinho estava em choque e sob hipotermia extrema.

Uma parte da superfície congelada cedeu e metade do corpo de Don ficou submersa na água, a uma temperatura de -1,8ºC. Ele caminhou de volta à superfície e acionou o serviço de emergência.

Mais tarde descobriu-se que o cãozinho se chama Jackson. Ele foi levado às pressas para um hospital veterinário, onde recebeu atendimento. Em alguns dias, foi liberado e voltou para casa com o seu dono.

Os veterinários do hospital e a mídia norte-americana exaltaram o ato de coragem de Don, afirmando que o cão teria morrido naquele mesmo dia se não tivesse sido resgatado.