Aceitar seu próprio corpo às vezes é muito difícil, mas irmãs australianas Alyna e Jess mostram que independente da genética está bem consigo mesma é essencial. Alyna que é ex-bailarina sempre precisou se manter dentro dos padrões para exercer sua profissão e por causa disso demorou muito tempo para ter uma imagem corporal positiva de si mesma. Já a irmã Jess, que era modelo plus size, a consciência corporal aconteceu de maneira mais natural, principalmente devido ao trabalho.

Hoje, elas usam as redes sociais para compartilharem relatos das próprias jornadas em busca da autoaceitação corporal e dão dicas fitness para provar de uma vez por todas que estar “fora do padrão” também é manter um estilo de vida saudável. 

Por isso nada de se esconder, bota aquele biquíni e partiu praia!